Quem visita Guarapari e se encanta com o litoral, precisa se render também às belezas e atrativos das montanhas do município. A região rural de Guarapari está cada vez mais se reinventando para poder surpreender os visitantes e fomentar o turismo rural. O clima ameno, o cenário bucólico e o sossego divergem das praias agitadas. A culinária também é bem típica do interior, o que causa contraste com o cardápio da cidade. E toda esta mudança de clima, cenário e gastronomia fica apenas há 12 km do centro de Guarapari.

Percorrendo as estradas que ligam as regiões de Buenos Aires, Rio Calçado, Rio Grande e outras tantas, o vistante pode ir aproveitando das opções, como: cachoeiras, mirantes, bares, cafés, alambiques, restaurantes, pizzaria, entre outros. Cada trecho é um convite para uma pausa e, em um dia, fica difícil visitar todos os locais e saborear da boa comida, aproveitar dos momentos de lazer e de diversão.

Para a empreendedora Rosane Vargas Nogarol, proprietária do Café da Roça, é necessário mais divulgação e investimento no agroturismo. Mesmo assim, aos poucos as pessoas estão descobrindo os prazeres das montanhas de Guarapari. “Quando comecei aqui em 2018, recebíamos menos visitantes. Agora, com nossos produtos de qualidade e a divulgação, as pessoas estão descobrindo novas rotas,” explica Rosane.

Quem visita o Café da Roça, saboreia bolos de receitas tradicionais do interior. O destaque está no de fubá, laranja e maçã, além de deliciosos pudins e tortas e alguns tipos de chocolates. Para acompanhar, o visitante tem como indicação o Café Tabu, produzido e moído na região. Mas se você não gosta de café, pode contar ainda com sucos naturais, preparados com frutas frescas colhidas na localidade.

Além de relaxar degustando este típico café da roça, os visitantes contam com uma lojinha onde podem comprar queijos, manteigas e ovos caipiras. “Procurei agregar ao café esta opção de oferecer aos visitantes produtos locais, que podem levar um pouquinho de nossas delícias para suas casas, e também porque estas vendas, além de ajudar na renda, colabora com os agricultores locais,” afirma a empreendedora.

Agora, se o seu objetivo não é café e sim uma bebida gelada acompanhada de um delicioso petisco, o turismo rural de Guarapari não irá lhe decepcionar! As opções são: galinha caipira, feijoada, isca de tilápia, bolinho de feijão, entre outras. Para degustar algumas destas iguarias, o Botequim do Medonho, que de medonho não tem nada, apenas é o apelido do proprietário, serve feijoada e isca de tilápia.

O Botequim é comandado pela família de Geraldo Maioli (Medonho), que vê no empreendimento uma forma de complementar a sua renda de agricultor. “O trabalho na roça gera uma renda muito baixa. O preparo da terra é trabalhoso e na hora de vender o produto, quase não tiramos os investimentos. Com o botequim consigo me manter na roça e ainda gerar 5 emprego para meus familiares”, complementa. O empreendedor pretende ampliar o bar, construindo um deck. Segundo ele, a expectativa era poder oferecer mais conforto para os clientes, concluindo o projeto para este fim de ano, mas com a pandemia foi necessário adiar.

A diversidade de produtos é tanta que até mudas de flores e de árvores frutíferas podem ser adquiridas durante o passeio. Raphael Saith Garcia, proprietário da Loja Ecológica, é técnico em agropecuária e presta serviços de consultoria para vários condomínios na região. Ao perceber que alguns visitantes ficavam encantados com a beleza dos jardins de algumas propriedades, viu na venda de plantas uma nova oportunidade de agregar este produto à sua loja. “Além das plantas vendemos produtos produzidos nas montanhas como farinha de mandioca, fubá, iogurtes, doces, biscoitos, pães dentre outros”, reforça Raphael.

Então ao curtir suas férias em Guarapari reserve um dia para visitar a área rural e conheça as riquezas e sabores presentes nas montanhas do nosso município. Além do bronzeado leve a brisa da região em suas lembranças e tenha certeza Guarapari é um paraíso de belezas naturais em toda parte que possa se olhar.

Serviço:

Café da Roça – Sábados, domingos e feriados, das 8 às 18 horas. Endereço: Buenos Aires, sentido Rio Calçado.

Botequim do Medonho – Sábados e domingos, das 9 às 20 horas. Endereço: Rio Calçado.

Loja Ecológica – Sábado, das 8 às 17 horas. Aos domingos, das 8 às 12 horas. Endereço: Rio Calçado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui